Francês Mirazur é eleito o Melhor Restaurante do Mundo

Chef Mauro Colagreco nascido na Argentina posa no terraço do seu restaurante Mirazur em Menton, sul da França
Chef Mauro Colagreco nascido na Argentina posa no terraço do seu restaurante Mirazur em Menton, sul da França

Resumo:

 

  • O restaurante francês três estrelas Michelin Mirazur, localizado na cidade turística de Menton, foi eleito o Melhor Restaurante do Mundo pela organização do World’s 50 Best Restaurants 2019;
  • No evento deste ano, considerado a principal noite do mundo da gastronomia internacional, 26 países dos cinco continentes conquistaram um lugar na lista dos 50 Melhores do Mundo;
  • O restaurante brasileiro A casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, localizado em São Paulo e inaugurado em 2015, ganhou 40 posições e passou a ocupar o 39º lugar.

O Mirazur, restaurante com três estrelas Michelin localizado na cidade turística de Menton, na Riviera Francesa, foi premiado com o cobiçado título de Melhor Restaurante do Mundo e Melhor Restaurante da Europa em 2019. As outras principais posições foram concedidas ao restaurante Noma, em Copenhage, na Dinamarca, e Asador Etxebarri, em Axpe Achondo, Espanha.

VEJA MAIS: Os 50 melhores restaurantes do mundo em 2018

O prêmio World’s 50 Best Restaurants 2019 concedido ao restaurante francês dirigido pelo chef Mauro Colagreco foi revelado durante uma cerimônia realizada no Marina Bay Sands, em Singapura, ontem (25º), com a presença de chefs famosos de todo o mundo. Esta é a primeira vez nos 18 anos de história da premiação que um restaurante francês recebe a maior condecoração. O Mirazur – que tomou a primeira posição do Osteria Francescana, em Modena, na Itália – ocupou o 3º lugar no ano passado e 4º em 2017.

A Osteria Francescana faz parte agora de uma nova categoria criada para os ex-vencedores, um grupo dos “melhores dos melhores”, uma espécie de hall da fama dos restaurantes. Fazem parte dela El Bulli, The French Laundry, The Fat Duck, Noma (sua versão original), El Celler de Can Roca e Eleven Madison Park.

No evento deste ano, considerado a principal noite da gastronomia internacional, 26 países dos cinco continentes conquistaram um lugar na lista dos 50 Melhores do Mundo.

Todos os anos, desde 2002, são escolhidos os 100 melhores restaurantes ao redor do globo. A eleição é feita por um júri formado por mais de 1 mil chefs, donos de restaurantes e jornalistas especializados.

Há uma semana, antes da cerimônia de premiação, a organização do evento revelou o primeiro corte de restaurantes na lista especial de 120 vencedores deste ano, que incluiu os estabelecimentos que se classificaram entre a 51ª e a 120ª posições.

“A escolha do Mirazur é um testemunho do amor do chef Colagreco por produtos locais, a maioria cultivada no jardim de três andares do restaurante, a poucos metros da sala de jantar, complementada por um deslumbrante cenário da Riviera Francesa”, explicaram os organizadores.

“Estamos empolgados por ver o Mirazur ocupar o topo neste ano, após sua estreia na lista em 2009, na 35ª posição. É brilhante testemunhar seu progresso”, disse William Drew, diretor de conteúdo da publicação “The World’s 50 Best Restaurants”. “Este foi um ano maravilhoso e de progresso para a lista como um todo, com tantas novas participações de todos os cantos do mundo.”

VEJA MAIS: Chef brasileira é primeira mulher a receber título de honra japonês

O restaurante brasileiro A Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, localizado em São Paulo, subiu 40 posições em relação ao ranking de 2018 e passou a ocupar o 39º lugar. No ano passado, o estabelecimento inaugurado em 2015 apareceu na 79ª posição na versão estendida da lista.

A Espanha obteve o maior número de integrantes, com sete restaurantes entre os 50 melhores, muitos deles localizados no País Basco. Três estão no Top 10: Asador Etxebarri (3º); Mugaritz (7º); e Disfrutar (9º).

A França tem cinco restaurantes no Top 50: L’Arpège (8º lugar), Septime (15º), Alain Ducasse, no Plaza Athénée (16º), Alléno Paris au Pavillon Ledoyen (25º) e Mirazur (1º).

Os EUA conquistaram a vice-liderança em número de premiados com seis na lista, incluindo o Cosme (23º lugar), dirigido pela Melhor Chef Feminina do Mundo de 2019, Daniela Soto-Innes, e duas estreias: o Atelier Crenn (35º lugar) e o Benu (47º lugar), ambos em São Francisco, na Califórnia.

Este ano, a Dinamarca tem dois representantes no Top 5: a nova versão do Noma (2º lugar) e o Geranium (5º lugar), ambos em Copenhague.

VEJA MAIS: Chef confeiteira do Plaza Athénée é eleita a melhor do mundo

O Peru também faz foi representado no Top 10 com a estreia do Central (6º lugar), mais uma vez eleito o Melhor Restaurante da América do Sul, e com o Maido (10º). O México ocupou dois lugares na parte superior da lista: com o Pujol (12º), que foi nomeado O Melhor Restaurante da América do Norte, e com o Quintonil (24º), ambos na Cidade do México.

Reino Unido, Itália, Japão, China, Tailândia e Rússia também fazem parte do ranking, com dois restaurantes cada.

Alain Passard, do Arpège, em Paris, que aparece em 8º lugar, ganhou o prêmio Chef’s Choice Award, concedido pelos principais chefs do mundo da lista a um colega que causou um impacto significativo no mundo da gastronomia no ano passado.

O Art of Hospitality Award foi para o Den, de Tóquio, que ficou com a 11a posição. O restaurante é altamente reconhecido por sua abordagem holística do serviço. Outros restaurantes asiáticos da lista incluem o Gaggan (4º), em Bangcoc, que fechará no ano que vem e classificado como O Melhor Restaurante na Ásia, e o Odette (18º), de Singapura.

O The Test Kitchen, da Cidade do Cabo, foi eleito o Melhor Restaurante da África e ficou com a 44ª posição na lista geral.

O Reino Unido viu sua participação no Top 50 cair de quatro para dois estabelecimentos.

Apenas quatro restaurantes liderados, pelo menos parcialmente, por mulheres chegaram às 50 primeiras posições da edição 2019 da lista: Cosme, de Nova York, Hisa Franko, da Eslovênia, Leo e Atelier Crenn, da Colômbia.

Veja, na galeria de imagens a seguir, os 10 primeiros restaurantes da edição 2019 do World’s 50 Best Restaurants 2019 e o brasileiro que ocupou o 39º lugar:

  • 39º A Casa do Porco, Brasil

  • 10ºMaido, Peru

  • Disfrutar, Espanha

  • L’Arpège, França

  • Mugaritz, Espanha

  • Central, Peru

  • Geranium, Dinamarca

  • Gaggan, Tailândia

  • Asador Etxebarri, Espanha

  • Noma, Dinamarca

  • Mirazur, França

39º A Casa do Porco, Brasil

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).