25 próximas startups bilionárias em 2019

iStock
A Forbes percorreu o território norte-americano em busca de futuras startups unicórnios

Resumo:

  • Lista anual da Forbes elege 25 startups que devem chegar ao patamar de bilionárias no ano de divulgação;
  • Plataforma de aprendizado de línguas mais utilizada do mundo está entre as participantes;
  • Lista conta com a parceira do fundo de investimento de risco TrueBridge Capital Partners;
  • Startup Cleo foi desclassificada do ranking após investigação jornalística constatar falsas cedidas.

Durante os últimos cinco anos, anualmente, a Forbes fez uma busca nos Estados Unidos pelas 25 startups apoiadas por capital de risco que provavelmente devem chegar a valer US$ 1 bilhão. Entre as classificadas estão o serviço de entrega de comida DoorDash, o aplicativo de venda de imóveis Opendoor, a empresa de bagagem Away, a startup de biologia sintética Ginkgo Bioworks e o aplicativo de aprendizado de idiomas Duolingo.

VEJA TAMBÉM: Como construir um ecossistema robusto de startup

Este ano, com a ajuda da TrueBridge Capital Partners, fundo de investimentos de risco sediado na Carolina do Norte, a Forbes percorreu novamente o território norte-americano em busca de futuros unicórnios (empresas avaliadas em US$ 1 bilhão). Foram analisadas as finanças de mais de 150 startups, e nossos repórteres se aprofundaram mais em cada uma delas. O levantamento encontrou impasses na Cleo, de São Francisco, um aplicativo com ambiente de trabalho problemático e uma CEO que mentiu sobre sua idade e experiência. A companhia foi retirada da lista após nossa investigação, e a CEO do empreendimento renunciou em meados de junho.

Veja, na galeria de imagens a seguir, as 25 próximas startups bilionárias:

  • 1. Chainalysis

    Fundadores: Michael Gronager (CEO), Jonathan Levin e Jan Moller
    Capital levantado: US$ 53 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 8 milhões
    Principais investidores: Accel e Benchmark

    A Chainalysis, sediada em Nova York, faz softwares que podem rastrear como as pessoas utilizam as criptomoedas.

  • 2. Contrast Security

    Fundadores: Arshan Dabirsiaghi e Jeff Williams; CEO: Alan Naumann
    Capital levantado: US$ 122 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 25 milhões
    Principais investidores: Acero Capital, Battery Ventures, General Catalyst e Warburg Pincus

    Fundada em 2014, a Constrast Security monitora códigos de aplicativos em execução e notifica os desenvolvedores sobre possíveis vulnerabilidades.

  • 3. Cybereason

    Fundadores: Lior Div (CEO), Yossi Naar e Yonatan Striem-Amit
    Capital levantado: US$ 189 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 50 milhões
    Principais investidores: CRV, Lockheed Martin e Softbank, Spark Capital

    Lançada em 2012 em Israel e sediada em Boston, a startup é uma plataforma de segurança cibernética baseada em nuvem, especializada em monitoramento contínuo e resposta a ameaças avançadas de violação digital.

  • 4. Dave

    Fundadores: Paras Chitrakar, Jason Wilk (CEO) e John Wolanin
    Capital Levantado: US$13 milhões
    Receita estimada em 2018: US$19 milhões
    Principais investidores: Mark Cuban e Section 32

    Lançado em 2016, o aplicativo rastreia despesas e avisa quando a conta de um usuário corre o risco de estourar o limite.

  • 5. Divvy

    Fundadores: Blake Murray (CEO) e Alex Bean
    Capital levantado: US$ 257 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 8 milhões
    Principais investidores: Insight Partners, New Enterprise Associates e Pelion Venture Partners

    Com sede em Leh, Utah, a Divvy oferece serviços gratuitos de rastreamento de despesas, ferramenta orçamentária, detecção de fraude e gerenciamento de gastos.

  • 6. Duolingo

    Fundadores: Luis von Ahn (CEO), Severin Hacker
    Capital levantado: US$ 108 milhões
    Receita estimada em 2018: US$36 milhões
    Principais investidores: CapitalG, Kleiner Perkins e Union Square Ventures

    Fundada em 2012, a Duolingo é uma ferramenta de aprendizado de idiomas digital com recursos gamificados em versões gratuita e paga. A plataforma é a mais popular do segmento no mundo e possui 28 milhões de usuários ativos mensalmente.

  • 7. Faire

    Fundadores: Marcelo Cortes, Daniele Perito e Max Rhodes (CEO)
    Capital levantado: US$ 116 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 100 milhões
    Principais investidores: Forerunner Ventures, Khosla Ventures, Lightspeed Venture Partners e Y Combinator

    Sediada em São Francisco, a Faire ajuda varejistas a encontrar e comprar produtos on-line, com devolução gratuita em até 60 dias para itens que não forem vendidos. A empresa trabalha com 5.000 marcas e atende a 35 mil lojas.

  • 8. Figma

    Fundadores: Dylan Field (CEO) e Evan Wallace
    Capital levantado: US$ 83 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 3 milhões
    Principais investidores: Greylock, Index Ventures, Kleiner Perkins e Sequoia

    Empresa fundada em 2012, a Figma é uma ferramenta on-line para designers e entusiastas, baseada em navegador. O custo do editor é de US$ 12 para profissionais, US$ 45 para empresas e grátis para leigos.

  • 9. FourKites

    Fundadores: Arun Chandrasekaran e Matt Elenjickal (CEO)
    Capital levantado: US$ 101 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 16 milhões
    Principais investidores: August Capital, Bain Capital Ventures e Hyde Park Venture Partners

    Fundada em 2014, a logística FourKites ajuda outras empresas a identificar onde estão suas entregas, além de dar previsão de chegada e acompanhamento em tempo real do percurso. O software é utilizado por mais de 260 dos maiores centros de expedição do mundo e mapeia em torno de 500 mil cargas por dia.

  • 10. Front

    Fundadores: Mathilde Collin (CEO) e Laurent Perrin
    Capital levantado: US$ 79 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 16 milhões
    Principais investidores: Sequoia e Uncork Capital

    Sediada em São Francisco e fundada pela Under 30 Mathilde Collin em 2013, a Front ajuda empresas a se tornarem mais produtivas com uma caixa de entrada de e-mail compartilhada que incorpora diferentes plataformas sociais.

  • 11. FuboTV

    Fundadores: Sung Ho Choi, David Gandler (CEO) e Alberto Horihuela
    Capital levantado: US$ 145 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 74 milhões
    Principais investidores: 21st Century Fox, Northzone e Sky

    Com sede em Nova York, a FuboTv inicialmente oferecia a transmissão ao vivo de canais de futebol. Hoje a empresa conta com 90 canais e é uma alternativa mais barata aos pacotes de TV a cabo.

  • 12. Grove Collaborative

    Fundadores: Chris Clark, Stuart Landesberg (CEO) e Jordan Savage
    Capital levantado: US$ 213 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 104 milhões
    Principais investidores: Bullpen Capital, General Atlantic, Lone Pine Ventures, Mayfield Fund, Norwest Venture Partners e Serious Change

    Startup de e-commerce oferece produtos naturais, de detergente para roupas a esponjas. Cerca de 60% das remessas da empresa são de itens vendidos fora da Amazon e 50% da demanda é de produtos de fabricação própria.

  • 13.Kong

    Fundadores: Augusto Marietti (CEO) e Marco Palladino
    Capital levantado: US$ 71 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 5 milhões
    Principais investidores: Andreessen Horowitz, CRV, Index Ventures e New Enterprise Associates

    A startup monitora APIs de empresas (códigos que desenvolvedores aplicam na criação de aplicativos) e com que frequência eles são usados. Atualmente, a empresa atende a 130 clientes.

  • 14. Lattice

    Fundadores: Jack Altman (CEO) e Eric Koslow
    Capital levantado: US$ 27 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 7 milhões
    Principais investidores: Shasta Ventures e Thrive Capital

    Fundada em 2015 e com sede em São Francisco, a empresa comercializa um software que direciona o foco do gerenciamento da avaliação de desempenho de funcionários para o desenvolvimento de carreira.

  • 15. Next Trucking

    Fundadores: Elton Chung e Lidia Yan (CEO)
    Capital levantado: US$ 125 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 46 milhões
    Principais investidores: Brookfield Ventures, China Energy Group e Sequoia

    Startup de fretamento online com transferência de mercadorias portos e depósitos. A empresa fundada em 2015 duplicou sua receita desde 2016 e chegou a US$ 46 milhões em 2018.

  • 16. Patreon

    Fundadores: Jack Conte (CEO) e Sam Yam
    Capital levantado: US$ 166 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 35 milhões
    Principais investidores: Freestyle Capital, Glade Brook Capital Partners, Index Ventures e Thrive Capital

    Através da plataforma, artistas oferecem experiências exclusivas em troca de contribuições de seus assinantes ou “patronos”. A empresa espera pagar mais de US$ 1 bilhão para seus usuários este ano.

  • 17. Proxy

    Fundadores: Denis Mars (CEO) e Simon Ratner
    Capital levantado: US$ 14 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 1 milhão
    Principal investidor: Kleiner Perkins

    O aplicativo funciona como uma chave-mestra pessoal ao oferecer acesso a todos os ambientes no qual o usuário estiver cadastrado, eliminando a necessidade de cartões e chaves.

  • 18. Redis Labs

    Fundadores: Ofer Bengal (CEO) e Yiftach Shoolman
    Capital levantado: US$ 147 milhões
    Receita estimada em 2018 US$ 50 milhões
    Principais investidores: Bain Capital Ventures, Francisco Partners, Goldman Sachs e Viola Ventures

    Sediada na Califórnia, a startup oferece um serviço de banco de dados com NoSQL — uma forma alternativa de compilação de informação, mais rápida que as tradicionais.

  • 19. Remitly

    Fundadores: Shivaas Gulati, Josh Hug e Matt Oppenheimer (CEO)
    Capital levantado: US$ 312 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 80 milhões
    Principais investidores: Bezos Expeditions, DFJ Venture Capital, Generation Investment Management, Naspers’ PayU, QED Investors e Stripes Group

    Concorrente da Western Union, a startup oferece transferência internacional de dinheiro com taxas mais baixas (1,5%). Lançada em 2011, a empresa atende 60 países e processa cerca de US$ 6 bilhões por ano.

  • 20. RigUp

    Fundadores: Xuan Yong (CEO) e Mike Witte
    Capital levantado: US$ 94 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 21 milhões
    Principais investidores: Bedrock Capital, Founders Fund e Quantum Energy Partners

    A startup conecta a operação hiperfragmentada do mercado de extração de petróleo.

  • 21. Rothy’s

    Fundadores: Stephen Hawthornthwaite e Roth Martin (interim CEO)
    Capital levantado: US$ 42 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 140 milhões
    Principais investidores: Goldman Sachs e Lightspeed Venture Partners

    A startup fabrica e comercializa sapatos que unem elegância, conforto e ecologia. Fundada em 2016, a empresa alcançou uma receita de US$ 140 milhões no ano passado.

  • 22. SignalFX

    Fundadores: Phillip Liu e Karthik Rau (CEO)
    Capital levantado: US$ 179 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 25 milhões
    Principais investidores: Andreessen Horowitz, CRV, General Catalyst e Tiger Global Management

    A SignalFX é uma startup de monitoramento de infraestrutura de nuvem em tempo real. Enquanto as concorrentes do setor coletam e consultam dados em pacotes de dois e três minutos, a companhia alerta anomalias aos usuários em dois a cinco segundos.

  • 23. Synthego

    Fundadores: Paul Dabrowski (CEO) e Michael Dabrowski
    Capital levantado: US$ 157 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 20 milhões
    Principais investidores: Founders Fund e 8VC

    A startup de biotecnologia comercializa kits prontos que permitem que pesquisadores acadêmicos e do setor privado desenvolvam produtos e novos tratamentos médicos a partir de ferramentas genômicas.

  • 24. Truepill

    Fundadores: Umar Afridi (CEO) e Sid Viswanathan
    Capital levantado: US$ 13 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 48 milhões
    Principal investidor: Initialized Capital

    Fundada há três anos, a startup recebe e entrega pedidos do setor farmacêutico, tanto para o consumidor físico quanto para o corporativo.

  • 25. Verkada:

    Fundadores: Benjamin Bercovitz, Filip Kaliszan (CEO), James Ren, Hans Robertson
    Capital levantado: US$ 59 milhões
    Receita estimada em 2018: US$ 20 milhões
    Principais investidores: First Round, Meritech, Next47 e Sequoia

1. Chainalysis

Fundadores: Michael Gronager (CEO), Jonathan Levin e Jan Moller
Capital levantado: US$ 53 milhões
Receita estimada em 2018: US$ 8 milhões
Principais investidores: Accel e Benchmark

A Chainalysis, sediada em Nova York, faz softwares que podem rastrear como as pessoas utilizam as criptomoedas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).