50 equipes esportivas mais valiosas do mundo em 2019

Reprodução Forbes
Das 50 primeiras equipes esportivas classificadas, 26 são times de futebol americano

Resumo:

  • Avaliado em US$ 5 bilhões, o Dallas Cowboys, do Texas, segue na primeira posição do ranking pela quarta vez;
  • Valor de corte para entrar na lista das 50 equipes mais valiosas do mundo é de US$ 2 bilhões;
  • Os valores levantados não excluem dedução de juros, impostos depreciação e amortização.
  • Em 2012, apenas uma equipe vale mais de US$ 2 bilhões, o Manchester United.

O Dallas Cowboys, time de futebol americano, iniciam seus treinamentos neste fim de semana como campeões da divisão leste da NFC (National Football Conference). A última temporada terminou com uma derrota nos playoffs para o Los Angeles Rams. Isso marcou 23 anos consecutivos que os Cowboys não chegam ao NFC Championship, a semifinal da NFL (a National Football League norte-americana). Apenas os Washington Redskins e os Detroit Lions têm períodos de secas mais longos.

VEJA TAMBÉM: Os 20 times de futebol mais valiosos do mundo em 2019

Mas o Dallas Cowboys ainda é o mais imperdível espetáculo esportivo. Nove das 50 transmissões de TV de esportes mais caras em 2018 foram jogos do Cowboys em temporada regular, ajudando a inflar os números das emissoras CBS, NBC e Fox (os Patriots eram a única outra equipe com mais de quatro jogos entre os 50 melhores). A febre dos Cowboys ajudou o proprietário Jerry Jones a gerar cerca de US$ 340 milhões com patrocínios e receita de assentos premium no AT&T Stadium, duas vezes mais do que qualquer outro time.

Embora o time tenha ficado em desvantagem no campo nos últimos 20 anos, os Cowboys são a equipe esportiva mais valiosa do mundo pelo quarto ano consecutivo, com US$ 5 bilhões. Jones capitalizou o apetite insaciável dos fãs por todas as coisas que envolvem os Cowboys.

“Dentro e fora do campo, em temporada e fora de temporada, há uma pequena novela acontecendo todos os dias”, disse Jones ao meu colega Mike Ozanian no último bimestre do ano passado durante uma gravação do Forbes SportsMoney para a YES Network. “Todo mundo sabe que o marketing, especialmente nestes dias e tempos, é apenas mais uma maneira de divulgar o circo, por assim dizer.”

E AINDA: Os 10 times de basquete mais valiosos da NBA em 2019

Jones sempre foi um visionário desde que comprou os Cowboys por US$ 150 milhões há 30 anos. Ele revolucionou os patrocínios dos estádios; rompeu com o sistema compartilhado de receita de produtos da NFL; lançou uma empresa de administração de ginásios esportivos com o New York Yankees; a Legends Hospitality; e abriu um centro de treinamento de US $ 1,5 bilhão em 2017.

Reprodução Forbes
Tom Brady, do New England Patriots

O resultado: Dallas está no topo das mais ricas ligas esportiva do mundo, com lucros, antes de juros, impostos, depreciação e amortização, de US$ 365 milhões em 2017, um recorde para qualquer time de esporte.

A nota de corte para fazer parte da lista das 50 equipes esportivas mais valiosas do mundo é de US$ 2,075 bilhões, um aumento de US$ 125 milhões em relação ao ano passado e de US$ 1,2 bilhão em cinco anos. Os valores das equipes esportivas dispararam com os acordos inflacionados de direitos de mídia e contratos de negociações coletivas mais favoráveis ​​aos proprietários que restringem os custos dos jogadores. Há 52 equipes de todos os esportes que valem pelo menos US$ 2 bilhões, enquanto em 2012 havia apenas uma, o Manchester United.

A NFL ainda é a liga esportiva dominante quando se trata de quanto valem suas franquias. Mais da metade dos Top 50 são times de futebol americano -crédito aos gigantescos acordos de direitos de mídia com nomes como CBS, NBC, Fox, ESPN e DirecTV, que pagaram mais de US$ 260 milhões por equipe no ano passado. A transmissão da TV é uma boa forma de facilmente cobrir o que gera mais despesa aos clubes: os custos com os jogadores (antes que qualquer ingresso, patrocínio, cerveja ou camisetas sejam comercializados). O teto para os salários dos atletas foi de US$ 177 milhões na última temporada, mais US$ 40 milhões anuais em custos com benefícios.

LEIA AQUI: 20 times mais valiosos de 2018

O New York Yankees subiu três posições, ficando logo atrás dos Cowboys, com um valor de US$ 4,6 bilhões, um aumento de 15%. Os Bronx Bombers comandam sete equipes da MLB (Major League Baseball) que chegaram ao top 50. Os Yankees estão crescendo dentro e fora de campo. Eles possuem o melhor recorde na Liga Americana nesta temporada, depois de conseguirem 100 wins (número de vitórias conseguidas pelo arremessador) no ano passado. A audiência no Yankee Stadium aumentou 10% no ano passado para 3,5 milhões de torcedores, a maior do clube desde 2012. A audiência dos jogos do Yankees na YES Network foi 57% maior do que qualquer outra franquia de beisebol em 2018.

O Real Madrid ocupa o terceiro lugar, com US$ 4,2 bilhões, o maior valor entre os oito clubes de futebol do Top 50. O clube da La Liga, com casa na capital espanhola, ​​foi o último time considerado o mais valioso do mundo antes da ascensão dos Cowboys. O Real Madrid recebeu mais de US$ 100 milhões pela conquista de seu segundo título consecutivo na Liga dos Campeões no ano passado.

Mas não espere que o Real Madrid estabeleça algum recorde de maior venda de times esportivos — atualmente em US$ 2,3 bilhões com a transação do Carolina Panthers em 2018 e do Brooklyn Nets em 2019. Os Merengues são de propriedade de seus mais de 90 mil sócios-torcedores, que elegem um presidente para o clube. É uma estrutura semelhante ao do rival Barcelona, ​​que ocupa o quarto lugar geral com um valor de US$ 4,02 bilhões.

Reprodução Forbes
Stephen do Golden State Warriors

As equipes da NBA fizeram os movimentos mais dramáticos nesta década. O New York Knicks lidera as nove equipes de basquete do Top 50 deste ano. Com seu valor de US$ 4 bilhões, aumento de 11%, está na quinta posição geral. O Los Angeles Lakers (US$ 3,7 bilhões) e o Golden State Warriors (US$ 3,5 bilhões) também estão entre os dez primeiros. Em 2012, o Lakers foi o time mais valioso da NBA, com US$ 900 milhões e o 35º entre todas as franquias esportivas. O Knicks foi o única equipe da liga no Top 50 em 2012.

Três fraquias da NBA foram vendidas por pelo menos US$ 2 bilhões desde 2014 (Nets, Houston Rockets e Los Angeles Clippers). O preço de venda recorde registrado anteriormente na liga foi de US$ 550 milhões pela transação do Milwaukee Bucks, que foi selada três meses antes da compra de US$ 2 bilhões de Steve Ballmer pelos Clippers.

SAIBA MAIS: 5 times esportivos mais lucrativos do mundo

Os investidores ficam com água na boca pelas perspectivas internacionais da NBA, com 300 milhões de pessoas que jogam basquete na China e a receita anual que cresce fora dos EUA no grupo de consumidores adolescentes. A CBA (liga chinesa de basquete) em 2016 garantiu 50% da receita do torneio, e os lucros da competição aumentaram dez vezes nos últimos sete anos — segundo contagem da Forbes.

As equipes esportivas mais ricas do mundo estão, quase todas, nadando em dinheiro hoje em dia. O Barcelona, ​​que perdeu US$ 37 milhões pelo excesso de custos com jogadores, foi o único time do Top 50 que registrou prejuízo em uma base operacional, todos os demais obtiveram lucro de pelo menos US$ 25 milhões, e mais da metade faturaram mais de US$ 100 milhões — liderados pelos Cowboys com US$ 365 milhões.

Os valores de franquia abaixo são baseados nas avaliações publicadas pela Forbes nos últimos 12 meses. Os patrimônio das equipes refletem os valores da empresa (capital mais dívidas). Nenhuma equipe da NHL (liga norte-americana de hóquei), Nascar (liga automobilística dos EUA), MLS (principal campeonato de futebol dos Estados Unido) ou Fórmula 1 chegou ao Top 50. A equipe de maior valor no ranking total fora da NBA, NFL, MLB e do futebol europeu foi o New York Rangers em 72º, com valor estimado em US$ 1,55 bilhões.

É o futebol americano que manda

A NFL continua a ser a liga esportiva dominante, com mais da metade das 50 times mais valiosos — anos passado, os demais grandes esportes quebraram sua hegemonia.
Forbes

Mais que um jogo

Os cupons de desconto estão indisponíveis para adquirir equipes das principais ligas esportivas. Todos os nomes da NFL, NBA e MLB agora valem pelo menos US$ 1 bilhão.
Forbes

Ativos de troféus

O Manchester United era a única equipe esportiva profissional do mundo com mais de US$ 2 bilhões em 2012. Agora, há pelo menos 50, o que inclui quase todos os times da NFL.
Forbes

Veja abaixo os 50 times esportivos mais valiosos do mundo (lucros sem dedução de juros, impostos, depreciação e amortização):

Reprodução Forbes
Equipes da MLB, MBA e do futebol europeu somam 24 participantes na lista de 2019

50º. New Orleans Saints (NFL)

Valor:US$ 2,8 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: Gayle Benson
Receita operacional: US$ 115 milhões

49º. Jacksonville Jaguars (NFL)

Valor: US$2,8 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Shahid Khan
Receita operacional: US$ 63 milhões

47º. (empate) Kansas City Chiefs (NFL)

Valor: US$2,1 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Lamar Hunt Family
Receita operacional: US$ 60 milhões

47º. (empate) St. Louis Cardinals (MLB)

Valor: US$ 2,1 bilhões
Evolução percentual em um ano: 11%
Proprietário: William DeWitt Jr.
Receita operacional:US$ 65 milhões

46º. Arizona Cardinals

Valor: US$ 2,15 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Wiliam Bidwill
Receita operacional: US$74 milhões

45º. Liverpool (futebol)

Valor: US$ 2,18 bilhões
Evolução percentual em um ano: 12%
Proprietário: John Henry, Tom Werner
Receita operacional: US$ 128 milhões

44º. Los Angeles Clippers (NBA)

Valor: US$ 2,2 bilhões
Evolução percentual em um ano: 2%
Proprietário: Steve Ballmer
Receita operacional: US$ 40 milhões

43º. Dallas Mavericks (NBA)

Valor: US$ 2,25 bilhões
Evolução percentual em um ano: 18%
Proprietário: Mark Cuban
Receita operacional: US$ 99 milhões

42º. Arsenal (futebol)

Valor: US$ 2,27 bilhões
Evolução percentual em um ano: 1%
Proprietário: Stanley Kroenke
Receita operacional: US$ 102 milhões

41º. Los Angeles Chargers (NFL)

Valor: US$ 2,28 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Família Spanos
Receita operacional: US$ 48 milhões

38º. (empate) New York Mets (MLB)

Valor: US$ 2,3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 10%
Proprietário: Fred e Jeff Wilpon, Saul Katz
Receita operacional: US$ 30 milhões

38º. (empate) Carolina Panthers (NFL)

Valor: US$ 2,3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: David Tepper
Receita operacional: US$ 62 milhões

38º. (empate) Houston Rockets (NBA)

Valor: US$ 2,3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 5%
Proprietário: Tilman Fertitta
Receita operacional: US$ 103 milhões

37º. Brooklyn Nets (NBA)

Valor: 2,35 bilhões
Evolução percentual em um ano: 2%
Proprietário: Mikhail Prokhorov, Joe Tsai
Receita operacional: US$ 53 milhões

36º. Indianapolis Colts (NFL)

Valor: US$ 2,38 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: James Irsay
Receita operacional: US$ 67 milhões

35º. Minnesota Vikings (NFL)

Valor: US$ 2,4 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Zygmunt Wilf
Receita operacional: US$ 90 milhões

34º. Oakland Raiders (NFL)

Valor: US$ 2,42 bilhões
Evolução percentual em um ano: 2%
Proprietário: Mark Davis
Receita operacional: US$ 25 milhões

33º. Miami Dolphins (NFL)

Valor: US$ 2,58 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Stephen Ross
Receita operacional: US$ 56 milhões

32º. Chelsea (futebol)

Valor: US$ 2,58 bilhões
Evolução percentual em um ano: 25%
Proprietário: Roman Abramovich
Receita operacional: US$ 127 milhões

31º. Seattle Seahawks (NFL)

Valor: US$ 2,58 bilhões
Evolução percentual em um ano: 6%
Proprietário: Pat Allen Trust
Receita operacional: US$ 71 milhões

30º. Pittsburgh Steelers (NFL)

Valor: US$ 2,59 bilhões
Evolução percentual em um ano: 5%
Proprietário: Daniel Rooney Trust, Art Rooney II
Receita operacional: US$ 85 milhões

29º. Baltimore Ravens (NFL)

Valor: US$ 2,59 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: Stephen Bisciotti
Receita operacional: US$ 107 milhões

28º. Atlanta Falcons (NFL)

Valor: US$ 2,6 bilhões
Evolução percentual em um ano: 5%
Proprietário: Arthur Blank
Receita operacional: US$ 113 milhões

27º. Green Bay Packers (NFL)

Valor: US$ 2,63 bilhões
Evolução percentual em um ano: 3%
Proprietário: acionistas-proprietários
Receita operacional: US$ 62 milhões

26º. Denver Broncos (NFL)

Valor: US$ 2,65 bilhões
Evolução percentual em um ano: 2%
Proprietário: Pat Bowlen Trust
Receita operacional: US$ 106 milhões

25º. Manchester City (futebol)

Valor: US$ 2,69 bilhões
Evolução percentual em um ano: 9%
Proprietário: Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan
Receita operacional: US$ 168 milhões

24º. Philadelphia Eagles (NFL)

Valor: 2,75 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: Jeffrey Lurie
Receita operacional: US$114 milhões

22º. (empate) Boston Celtics (NBA)

Valor: US$ 2,8 bilhões
Evolução percentual em um ano: 12%
Proprietário: Wycliffe e Irving Grousbeck, Robert Epstein, Stephen Pagliuca
Receita operacional: 100 milhões

22º. (empate) Houston Texans (NFL)

Valor: US$ 2,8 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Robert McNair
Receita operacional: US$ 161 milhões

21º. New York Jets (NFL)

Valor: US$ 2,85 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: Robert Wood Johnson IV
Receita operacional: US$ 130 milhões

19º. (empate) Chicago Bears (NFL)

Valor: US$ 2,9 bilhões
Evolução percentual em um ano: 2%
Proprietário: Família McCaskey
Receita operacional: US$ 100 milhões

19º. (empate) Chicago Bulls (NBA)

Valor: US$ 2,9 bilhões
Evolução percentual em um ano: 12%
Proprietário: Jerry Reinsdorf
Receita operacional: US$ 115 milhões

18º. San Francisco Giants (MLB)

Valor: US$ 3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 5%
Proprietário: Charles Johnson
Receita operacional: US$ 84 milhões

17º. Bayern Munich (futebol)

Valor: US$ 3,02 bilhões
Evolução percentual em um ano: -1%
Proprietário: Sócios-torcedores
Receita operacional: US$ 129 milhões

16º. San Francisco 49ers (NFL)

Valor: US$ 3,05 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Denise DeBartolo York, John York
Receita operacional: US$ 106 milhões

14º. (empate) Chicago Cubs (MLB)

Valor: US$ 3,1 bilhões
Evolução percentual em um ano: 7%
Proprietário: Ricketts family
Receita operacional: US$ 87 milhões

14º. (empate) Washington Redskins (NFL)

Valor: US$ 3,1 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: Daniel Snyder
Receita operacional: US$ 122 milhões

12º. (empate) Los Angeles Rams (NFL)

Valor: US$ 3,2 bilhões
Evolução percentual em um ano: 7%
Proprietário: Stanley Kroenke
Receita operacional: US$ 68 milhões

12º. (empate) Boston Red Sox (MLB)

Valor: US$ 3,2 bilhões
Evolução percentual em um ano: 14%
Proprietário: John Henry, Thomas Werner
Receita operacional: US$ 84 milhões

10º. (empate) Los Angeles Dodgers (MLB)

Valor: US$ 3,3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 10%
Proprietário: Guggenheim Baseball Management
Receita operacional: US$ 95 milhões

10º. (empate) New York Giants (NFL)

Valor: US$ 3,3 bilhões
Evolução percentual em um ano: 0%
Proprietário: John Mara, Steven Tisch
Receita operacional: US$ 149 milhões

9º. Golden State Warriors (NBA)

Valor: US$ 3,5 bilhões
Evolução percentual em um ano: 13%
Proprietário: Joe Lacob, Peter Guber
Receita operacional: US$ 103 milhões

8º. Los Angeles Lakers (NBA)

Valor: US$ 3,7 bilhões
Evolução percentual em um ano: 12%
Proprietário: Jerry Buss Family Trusts, Philip Anschutz
Receita operacional: US$ 147 milhões

7º. New England Patriots (NFL)

Valor: US$ 3,8 bilhões
Evolução percentual em um ano: 3%
Proprietário: Robert Kraft
Receita operacional: US$ 235 milhões

6º. Manchester United (Futebol)

Valor: US$ 3,81 bilhões
Evolução percentual em um ano: -8%
Proprietário: Família Glazer
Receita operacional: US$ 238 milhões

5º. New York Knicks (NBA)

Valor: US$ 4 bilhões
Evolução percentual em um ano: 11%
Proprietário: Madison Square Garden Company
Receita operacional: US$ 155 milhões

4º. Barcelona (futebol)

Valor: US$ 4,02 bilhões
Evolução percentual em um ano: -1%
Proprietário: sócios-torcedores
Receita operacional: -US$ 37 milhões

3º. Real Madrid (futebol)

Valor: US$ 4,24 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: sócios-torcedore
Receita operacional: US$ 112 milhões

2º. New York Yankees (MLB)

Valor: US$ 4.6 bilhões
Evolução percentual em um ano: 15%
Proprietário: Família Steinbrenner
Receita operacional: US$ 30 milhões

1º. Dallas Cowboys (NFL)

Valor: US$ 5 bilhões
Evolução percentual em um ano: 4%
Proprietário: Jerry Jones
Receita operacional: US$ 365 milhões

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).