Maiores multas antitruste já aplicadas pela UE

Apesar de ter quebrado um recorde, a multa de € 4,34 bilhões (US$ 5,1 bilhões) aplicada pela União Europeia contra o Google não é nem de longe a primeira vez em que a comissão do bloco econômico toma uma atitude contra uma empresa de tecnologia norte-americana.

LEIA MAIS: O preço do assédio: 7 casos em que abusos sexuais renderam grandes prejuízos financeiros

Na verdade, o próprio Google teve de lidar com a regulação antitruste do órgão no ano passado. Em junho de 2017, a empresa foi multada em € 2,42 bilhões (US$ 2,7 bilhões) por abusar de sua dominância como mecanismo de busca para dar vantagem ilegal ao Google Shopping em relação a outros serviços de comparação de compras.

Como o infográfico a seguir ilustra, outras gigantes da tecnologia já sofreram punições da Comissão Europeia. Apenas a Microsoft já foi multada quatro vezes ao longo das duas últimas décadas, três delas por supostamente ignorar as sanções antitruste anteriores e por quebrar promessas feitas em um acordo anterior.

A comissária de concorrência da União Europeia, Margrethe Vestager, fez das empresas de tecnologia dos Estados Unidos um foco central, reprimindo comportamento anticoncorrencial, evasão fiscal e falta de atenção à privacidade do usuário.

Veja, no infográfico a seguir, os valores das maiores multas antitruste já impostas a empresas norte-americanas de tecnologia pela UE:

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).