Banco Mundial anuncia primeiro título de água

iStock
A entidade anunciou o título da água sustentável juntamente com outros

O Banco Mundial lançou uma série de títulos relacionados ao desenvolvimento sustentável para aumentar a conscientização sobre a importância dos recursos oceânicos. A instituição financeira internacional planeja levantar US$ 3 bilhões para proteger os oceanos e a vida marinha.

LEIA MAIS: Lego não terá mais peças de plástico até 2030

A entidade anunciou o título da água sustentável juntamente com outros relacionados a gênero, saúde e nutrição, para dar aos investidores a oportunidade de trabalhar em direção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos em 2015.

O foco da nova série de títulos é apoiar o ODS 6 (o sexto objetivo, dos 17 estabelecidos) – assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos – e o ODS 15 – proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

A novidade veio na esteira da Semana Mundial da Água, comemorada entre 26 e 31 de agosto, e da conferência Nosso Oceano, que será realizada em Bali no final de outubro.

“Cerca de 70% da superfície do planeta é composta de água, mas os recursos oceânicos degradados e a falta de acesso ao recurso potável afetam negativamente a vida de centenas de milhões de pessoas”, diz Kristalina Georgieva, diretora executiva do Banco Mundial.

VEJA TAMBÉM: DiCaprio investe em marca de calçados sustentáveis

A entidade disse que também “trabalha com os países para promover uma forte governança dos recursos marinhos e costeiros para apoiar a pesca sustentável e a aquicultura, tornar as zonas costeiras mais resilientes, estabelecer áreas costeiras e marinhas protegidas e reduzir a poluição”.

Atualmente, os oceanos estão sendo fortemente poluídos por atividades terrestres e marítimas. Isso resultou em 100 mil mamíferos marinhos e tartarugas sendo mortos pelo plástico descartado a cada ano em todo o mundo.

“Após os títulos emitidos no início deste ano para aumentar a conscientização sobre gênero, saúde e nutrição, temos o prazer de lançar essa nova iniciativa e engajar os investidores em outro tópico crítico: água potável e oceanos saudáveis, vidas e economias de qualidade em todo o mundo”, completou Arunma Oteh, vice-presidente e tesoureira do Banco Mundial.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).