Apple registra nova tecnologia dobrável do iPhone

iStock
Novo iPhone pode também ter carregamento sem fio

Enquanto a Samsung se empenha para desenvolver o hardware que dará vida ao esperado Galaxy F, como deve ser batizado o novo smartphone da companhia, novas patentes mostram que a Apple segue apostando em experimentar com tecnologias transformadoras. Detalhes da nova patente foram destacados pelo site Patently Apple. As imagens mostram que o flip pode mesmo estar voltando: o novo iPhone pode ser dobrável, com novos arranjos de articulação e materiais para cobrir e incrementar o funcionamento das dobradiças.

LEIA MAIS: Lançamentos da Apple apontam para um futuro sem iPhones

“O foco principal é uma dobradiça flexível”, diz o site especializado em patentes registradas pela Apple. O segundo ponto que salta dos novos detalhes do projeto trata do uso de uma espécie de tecido ou textura para o encaixe. “O visor dobrável tem a primeira e a segunda porções separadas pela dobradiça.”

Esse tripé — visor dividido em dois, mais dobradiça — permitiria que um terço da tela de exibição dobrada em Z permanecesse visível. Com isso, ela poderia ser usada como tela de espera ou até mesmo rodar recursos completos do iOS quando fechada.

O primeiro iPhone da Apple tinha um display de 3,5 polegadas, um tamanho de que as pessoas hoje parecem sentir nostalgia, depois da expansão das telas dos celulares. O novo iPhone pode atender a essa demanda, proporcionando um retorno àquele formato, provavelmente com a mesma espessura, e ao mesmo tempo tem recursos para uma tela grande, quando aberto.

Isso parece responder à questão que alguns se fizeram: “Por que ter um smartphone dobrável?”

É claro que o registro de uma patente não significa necessariamente que aquele projeto entrará em produção. Pode ser que a tecnologia encontre outro uso. O iPhone XS e o XS Max já têm uma tela dobrável, mas isso é para prender os componentes eletrônicos na base da tela de volta sob a tela principal e permitir o marketing “de ponta a ponta” da Apple no tamanho reduzido da moldura.

Sem dúvida, os nerds esperam que a Apple assista à concorrência (especialmente ao lançamento preparado pela Samsung) e, em seguida, entrem em ação com uma solução “melhor”. Eu acho que é mais provável que a Apple esteja acumulando um estoque de patentes defensivas. Afinal, a empresa ainda desenvolve um sistema de carregamento sem fio, e pode casar todas as inovações em um próximo iPhone.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).