Dicas de networking para CEOs do mundo corporativo

Como CEO de uma empresa, seria a internet uma de suas responsabilidades ou a tarefa deve ficar nas mãos de pessoas especializadas no assunto? Tudo depende do seu nível de envolvimento nos negócios. Como rosto da empresa, um CEO deve sempre construir e cultivar relacionamentos, seja para manter as oportunidades com parceiros ou fornecedores seja para criar novos negócios. Com base no tamanho da sua empresa e do seu papel nela, vamos analisar como o CEO deve destinar tempo para estratégias de rede tradicionais e online.

LEIA TAMBÉM: As lições de eficiência de Carlos Brito, CEO da AB InBev

Para simplificar, vamos separar os CEOs de acordo com os perfis e suas atribuições:

  • O CEO “On”

    Se você é daquela espécie de “líder visionário”, deve estar por dentro de todos os negócios da empresa. Pela minha experiência como presidente do Vistage, cerca de 30% dos CEOs se enquadram nessa categoria. O seu papel tanto no networking presencial quanto online é estratégico e abrangente. Seu objetivo é identificar pessoas que possam ajudá-lo em sua visão de longo prazo para a companhia.

    Os CEOs “On” devem delegar as redes de desenvolvimento de negócios para o vice-presidente de vendas ou marketing. No entanto, lembre-se de que, mesmo delegando, é benéfico entender a rede, como ela funciona e quais as práticas recomendadas.

    Em algum nível, intencionalmente ou não, você estará envolvido no estabelecimento de relacionamentos. Você pode entrar em contato com ex-funcionários ou outros líderes do seu setor. Algumas decisões podem levá-lo a formar parcerias complementares para o crescimento ou o planejamento sucessório. Suas alianças também são conexões importantes, que podem levar a uma fusão ou aquisição.

  • O que um CEO “On” deve fazer?

    1. Arrume seu LinkedIn
    Muitos diretores executivos dizem: “Mas, Rick, não estou procurando emprego. Por que o LinkedIn?”. No mundo de hoje, as pessoas pesquisam as empresas para as quais desejam trabalhar. Seu perfil no LinkedIn ajuda o departamento de RH a recrutar e reter talentos. Além disso, parcerias, fusões e aquisições muitas vezes começam com pesquisas na rede. Certifique-se de que seu perfil esteja todo preenchido. Peça a uma pessoa da equipe ou um terceirizado para escrever seu currículo, experiência, realizações e descrever seu envolvimento com a comunidade.

    2. Procure maneiras de interagir com a mídia
    Peça à equipe de comunicações ou ao serviço de relações públicas que forneça à imprensa nacional e local o kit de mídia da sua empresa e de seus negócios. Isso permitirá que eles saibam que você e sua empresa têm uma história que vale a pena ser contada. Ao estabelecer conexões com a imprensa, você se coloca como fonte confiável do seu setor para entrevistas e citações em artigos de notícias.

  • O CEO “In”

    Provavelmente, você é um dos 70% dos CEOs que trabalham no negócio — o CEO “In”. Uma boa parte do seu tempo é alocada para impulsionar o desenvolvimento de negócios por meio de iniciativas de credibilidade, visibilidade e formação de lideranças. Se você estiver envolvido nas operações diárias da empresa, é do seu interesse reservar tempo para a internet.

    Devido à extensão de suas responsabilidades cotidianas, você pode encarregar a equipe de vendas e marketing de ficar focada na tarefa, estabelecer metas e acompanhar os resultados. No entanto, como CEO “in”, você estará significativamente mais envolvido com redes on-line e presenciais. Como principal executivo, você é o rosto da sua empresa e precisa garantir sua visibilidade.

  • O que o CEO “in” deve fazer?

    . envolva-se ativamente na empresa
    . junte-se a organizações comerciais ou profissionais que ajudem você e sua marca a crescer
    . torne-se membro de uma organização de rede estruturada em que as reuniões são realizadas uma vez por semana ou por mês
    . voluntarie-se em uma organização de serviço comunitário
    . participe de eventos de ex-funcionários, serviços religiosos ou eventos de associações de moradores locais
    . tenha um perfil completo no LinkedIn (como mencionado acima

    Ao envolver-se ativamente, você cria um fluxo constante de clientes em potencial para suas vendas e marketing. É importante escolher organizações que se ajustem ao tempo que você tem disponível. Por exemplo: uma organização como a BNI se reúne toda semana pela manhã, o que é conveniente para CEOs que gostam de estar no escritório no início do dia. Ou pode ser mais fácil sair cedo para um encontro de relacionamento ao fim do expediente. Participar de uma organização de serviços comunitários, como o Rotary, é uma ótima maneira de combinar suas habilidades de rede pessoal com a iniciativa de cidadania corporativa da empresa.

    2. Tenha um plano e propósito
    Nos meus mais de 25 anos de trabalho em rede, se há uma dica de sucesso que eu possa compartilhar, é para participar de reuniões com a “mentalidade certa”. Não seja apenas um colecionador de cartões de visita. O ideal é que, em eventos de rede, você inicie conversas com estranhos para saber mais sobre o que fazem e como você pode ajudá-los. Se puder se tornar uma pessoa significativa para alguns por oferecer algum valor, eles estarão mais abertos a recebê-lo como parceiro.

    O acompanhamento é o outro lado da moeda. Certifique-se de que você ou um assistente insira os novos contatos em um banco de dados para futuras interações. No evento, você pode dizer educadamente: “Vou enviar um convite para me conectar a você no LinkedIn”.

  • Persevere

    Para ambos os tipos de CEOs, existem horários e locais específicos para o networking presencial e online. É uma vantagem ter a mente aberta para as situações. Assuma o compromisso de colocar uma opção em prática e, quando começar a ver resultados, tente outra tática para obter ainda mais sucesso.

O CEO “On”

Se você é daquela espécie de “líder visionário”, deve estar por dentro de todos os negócios da empresa. Pela minha experiência como presidente do Vistage, cerca de 30% dos CEOs se enquadram nessa categoria. O seu papel tanto no networking presencial quanto online é estratégico e abrangente. Seu objetivo é identificar pessoas que possam ajudá-lo em sua visão de longo prazo para a companhia.

Os CEOs “On” devem delegar as redes de desenvolvimento de negócios para o vice-presidente de vendas ou marketing. No entanto, lembre-se de que, mesmo delegando, é benéfico entender a rede, como ela funciona e quais as práticas recomendadas.

Em algum nível, intencionalmente ou não, você estará envolvido no estabelecimento de relacionamentos. Você pode entrar em contato com ex-funcionários ou outros líderes do seu setor. Algumas decisões podem levá-lo a formar parcerias complementares para o crescimento ou o planejamento sucessório. Suas alianças também são conexões importantes, que podem levar a uma fusão ou aquisição.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).