Rolls-Royce comemora melhor ano de vendas em 115 anos de história

(Foto: Divulgação)
O CEO Torsten Müller-Ötvös e o modelo Cullinan

A Rolls-Royce começou 2019 com muitos motivos para comemorar. No último ano, a montadora britânica atingiu o seu recorde de vendas em 115 anos de história, contabilizando 4.107 veículos comercializados nos mais de 50 países onde está presente. O mercado norte-americano continua sendo o maior, responsável por, aproximadamente, 33% do total das vendas globais. Ano após ano, o volume comercializado pela montadora tem registrado curva ascendente.

LEIA MAIS: Concessionária do Texas aceitará pagamento em bitcoin para carros Rolls-Royce

Os resultados financeiros da companhia continuam significativos para o grupo BMW, seu principal acionista. Só no ano passado, 200 novos empregos foram criados, elevando o quadro total da montadora para mais de 2 mil – o maior desde sua fundação. A demanda aumentou para todos os modelos da marca na comparação 2018-2017, com o Phantom no centro do incremento das vendas. A nova versão do Cullinan, o SUV da montadora, teve suas primeiras unidades entregues no Natal de 2018. Para o segundo semestre, as encomendas estão em aberto.

Sobre as conquistas, o CEO Torsten Müller-Ötvös, declarou: ”2018 foi o ano de maior sucesso e de recorde de vendas da Rolls-Royce. Depois desse marco formidável, estou confiante de que haverá ainda mais sucesso em 2019”.

Só nas Américas, existem 44 pontos parceiros de vendas da marca: 37 nos Estados Unidos, quatro no Canadá, um no México, um no Brasil e um no Chile.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).