As 10 melhores cidades no exterior para buscar investidores

Quais são as melhores cidades para encontrar financiamento para uma startup?

SAIBA MAIS: Ex-CEO da Yahoo investe em startup de maconha

O ecossistema das startups está mudando e não há dúvidas de que São Francisco, na Califórnia (EUA), é um lugar especial para esse tipo de investimento. No entanto, de onde vem o dinheiro, quem são os maiores beneficiários e onde essas empresas estão sendo criadas?

Há muitos fatores envolvidos na construção de uma startup: talento, acessibilidade (aluguel, custo de vida para os funcionários), acesso a investidores, sintonia com outros mercados, oportunidades de networking, custos de viagem.

Veja, na galeria de fotos abaixo, as 10 melhores cidades para criar uma startup e buscar novos investidores:

  • Nova York (EUA)

    NYC está se tornando a nova capital do financiamento de tecnologia e capital de risco. Eu testemunhei isso nas ruas da cidade e, por meio do DealMakers Podcast, entrevistei vários fundadores e financiadores bem-sucedidos que encontraram seus pontos de partida na cidade que nunca dorme.

    Josh Abramson é um exemplo deles. Fundador do Vimeo, mudou-se de São Diego para Nova York, e achou a cidade muito mais propícia para uma startup.

    O site especializado no mercado imobiliário norte-americano National Real Estate Investor classifica Nova York como a melhor cidade tecnológica do mundo. Já a “Inc.”, revista semanal norte-americana, classifica NYC como a localização principal para as empresas que pretendem crescer mais rápido e observa ainda que a cidade é ótima para o empreendedorismo feminino.

    Se você tem planos de montar uma startup de moda, serviços financeiros ou tecnologia da informação, Nova York é de longe a cidade com os principais investidores. As empresas mais bem-sucedidas desses setores possuem sedes na cidade.

  • São Francisco (EUA)

    Essa lista não estaria completa sem São Francisco, na Califórnia (EUA). O Vale do Silício ainda é responsável por receber uma boa parte do dinheiro provindo do capital de risco. É um mundo próspero, que cheira a empreendedorismo. Contudo, seus pontos fortes podem ser, às vezes, também suas fraquezas. A acessibilidade é um desses pontos.

    Startups com potencial de grande escala precisam recrutar talentos bons e que morem perto. Isso pode ser difícil quando a cidade não oferece muitos lugares acessíveis para se viver.

  • Londres (Inglaterra)

    Londres recebeu o oitavo maior volume de capital de risco do mundo entre 2015 e 2017, segundo os sites especializados City Lab e o Pitchbook. Sua startup e espírito empreendedor deram grandes passos nos últimos anos.

    Como a cidade abriga grandes instituições financeiras, Londres é um local de destaque para as startups que trabalham com as fintechs.

    Não acredite que o Brexit, assunto muito comentado nos últimos tempos, vá reter a cidade por muito tempo, e muito menos deter os lucros que atrai.

  • Santiago (Chile)

    Santiago, no Chile, é o paraíso para uma startup. A cidade é uma das que mais cresceu em termos de investimentos em novas empresas no mundo. Com a criação de um programa de aceleração público, os investidores podem usufruir de capital, visto de trabalho de um ano, e baixos custos de vida. Se você está procurando algo novo, ou apenas uma excelente base para expandir seu negócio na América Latina, esta pode ser a opção perfeita.

  • Los Angeles (EUA)

    Em 2018, Peter Thiel, cofundador do Paypal, anunciou que estava transferindo os fundos da Thiel Foundation e da Thiel Capital do Vale do Silício para Los Angeles, realocando toda a sua equipe. Tudo isso ocorreu devido aos altos custos de vida em São Francisco, mas também por conta da quantidade de empreendedores em startups que estavam se desfazendo de seus aluguéis por conta dos negócios.

  • Atlanta (EUA)

    Além de sediar o Super Bowl de 2019, Atlanta vem aparecendo de diferentes formas quando relacionada a negócios. O Aeroporto Internacional de Hartsfield-Jackson, em Atlanta, é o mais movimentado do mundo em número de passageiros desde 1998. Segundo a Business.org., a cidade está em terceiro lugar no ranking de crescimento de startups. Seus custos de vida são, em geral, 50% menores do que os de São Francisco.

  • Austin (EUA)

    Dallas, Houston e Austin sempre estão no topo quando o assunto é relacionado a negócios. Austin é a cidade que celebra o festival SXSW e costuma atrair muitas startups por conta de sua acessibilidade.

  • Miami (EUA)

    Embora Miami não tenha muita credibilidade no Vale do Silício, o Índice Kauffman a classificou como a segunda cidade mais empreendedora dos EUA. Ela também possui a melhor concentração de startups, em relação ao número de moradores: 247,6 startups para cada 100 mil habitantes. A cidade é um notável centro bancário internacional, e o clima, para os que preferem calor, é mais quente que em São Francisco.

  • Pequim (China)

    A China se igualou aos EUA no que diz respeito à fase de captação de recursos. O CrunchBase relata 66 grandes lances de financiamentos concluídos em Pequim no último ano. Isso faz com que a cidade perca somente para o Vale do Silício.

    Na verdade, a China conta com 5 cidades na lista das 10 melhores para o investimento de capital de risco acima de US$ 100 milhões. Xangai, Hangzhou, Shenzhen e Guangzhou são as outras 4 cidades da lista.

    A Ásia está em ascensão. Do Japão, com sede em Tóquio, os fundos da Softbank, avaliados em US$ 100 bilhões, também podem estar na lista e virar o jogo a qualquer momento.

  • Deli (Índia)

    Segundo a City Lab, tanto Deli quanto Bangalore estão na frente de São Diego, Seattle e Chicago quando o assunto é capital de risco. É importante notar também que Mumbai, na Índia, abriga a casa mais cara do mundo, estimada em US$ 1 bilhão.

    Acessibilidade e talento também são vantagens para as startups baseadas na Índia. Grandes fundos de private equity, esquema de investimento coletivo usado para vários títulos patrimoniais e associados ao capital privado, como a Blackstone, também fizeram grandes negócios no país nos últimos anos, investindo bilhões.

Nova York (EUA)

NYC está se tornando a nova capital do financiamento de tecnologia e capital de risco. Eu testemunhei isso nas ruas da cidade e, por meio do DealMakers Podcast, entrevistei vários fundadores e financiadores bem-sucedidos que encontraram seus pontos de partida na cidade que nunca dorme.

Josh Abramson é um exemplo deles. Fundador do Vimeo, mudou-se de São Diego para Nova York, e achou a cidade muito mais propícia para uma startup.

O site especializado no mercado imobiliário norte-americano National Real Estate Investor classifica Nova York como a melhor cidade tecnológica do mundo. Já a “Inc.”, revista semanal norte-americana, classifica NYC como a localização principal para as empresas que pretendem crescer mais rápido e observa ainda que a cidade é ótima para o empreendedorismo feminino.

Se você tem planos de montar uma startup de moda, serviços financeiros ou tecnologia da informação, Nova York é de longe a cidade com os principais investidores. As empresas mais bem-sucedidas desses setores possuem sedes na cidade.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).