Designer autodidata de 28 anos é a rainha dos memes

Jen Lewis/Reprodução Forbes
Sem formação acadêmica, Jen já produziu conteúdo digital para marcas como Netflix, BuzzFeed e Billboard

Resumo:

  • Jovem, Jen Lewis construiu carreira sólida com memes virais, quadrinhos e gifs;
  • Sem formação, ela já criou conteúdo digital para Netflix, A24, Fenty Beauty, BuzzFeed e Billboard e está por trás da montagem Kanye Kissing Kanye;
  • Memes da designer se tornaram os posts mais vistos do Reddit;
  • Orientada por um amigo, Jen começou como estagiária no blog Flavor Wire.

Muitas marcas adotaram o humor nas mídias sociais para interagir com o público. Pode parecer óbvio, mas é fácil esquecer que todas aquelas piadas e memes são criados por alguém. Muitas das vezes, por Jen Lewis. A jovem de 28 anos construiu uma carreira sólida com montagens engraçadas no Photoshop, piadas virais, quadrinhos digitais e gifs.

VEJA TAMBÉM: Terminou mal o meme da “Garota da Água Fiji”

Sem formação acadêmica, Jen já produziu conteúdo digital para marcas como Netflix, A24, Fenty Beauty, BuzzFeed e Billboard. Mesmo que seu nome não pareça familiar, ela criou imagens que qualquer pessoa com um Twitter ativo já viu pelo menos uma vez: lembra-se de Kanye Kissing Kanye (Kanye West beijando Kanye West, em tradução livre)? Muitos de seus memes se tornaram os posts mais vistos no Reddit e foram discutidos na TV norte-americana. Assim como seu próprio Twitter, de mais de 130.000 seguidores, seu trabalho foi visto por milhões.

Jen Lewis conta que caiu por acaso no mundo do entretenimento. Depois da sugestão de um amigo, que fazia parte da equipe do Flavor Wire, ela começou a trabalhar no blog. “Ei, Jenn, você é engraçada no GChat, já pensou em escrever?”, ele teria dito. Jen conseguiu o emprego e passou a criar listas, e logo acrescentou ilustrações aos textos. Suas criações foram bem recebidas. “Eu não fui para a escola de design, mas herdei o antigo tablet Wacom do meu irmão, quando ele ganhou um novo. Então, me mudei para a cidade e assumi essa carreira”, diz ela.

A carreira de Jen Lewis pode ser difícil de descrever. Em termos simples, ela é designer gráfica, mas, na prática, seu papel é mais complicado. Jen é uma humorista de coração. “Uso ilustração e design como meios para fazer uma piada”, afirma. “Nunca desenhei com a intenção de fazer algo bonito. É sempre por ter a ideia de uma brincadeira. Sempre fui muito quieta. Acho que, se pudesse, faria stand-up, vídeos ou coisa parecida. Mas acho que gosto do conforto de me esconder atrás do computador, abrir o Photoshop e fazer minha piada.”

As marcas em geral procuram a designer. “Tive muita sorte de não ter que ir atrás de nada. As oportunidades simplesmente surgem e eu procuro dizer sim a tudo, porque um trabalho pode levar a outro.” Foi assim que pôde experimentar caminhos diversos, como também a criação de alguns dos primeiros emojis do aplicativo Kimoji, de Kim Kardashian, e do emoji do Twitter para o filme “Hereditário”, que se transformou em uma brincadeira online.

E AINDA: Elon Musk e Fortnite travam guerra inesperada de memes no Twitter

“Por alguns meses, ele aparecia depois que alguém digitasse ‘#thicollette’ ou ‘#hereditary’ no Twitter, o que se transformou em uma inacreditável brincadeira do Dia das Mães”, diz. “Muitos estavam tuitando sobre as qualidades que herdaram das mães e adicionavam a hashtag #hereditário. O filme ainda não havia saído e ninguém entendia como seus tuítes saudáveis ​​de repente se transformavam em uma mulher que gritava. Assim, surgia meu pequeno e petrificado emoticon, Toni Collette. Eu amei cada minuto.”

Embora grande parte do trabalho de Jen seja para marcas, ela também se dedica a projetos pessoais. Há alguns anos, ilustrou seu próprio livro para colorir da série “Breaking Bad” e está se preparando para um novo projeto-paixão, em que irá mostrar a cara. “É assustador, mas emocionante. Eu sempre me escondi atrás do computador, então vai ser legal me arriscar e ver no que vai dar.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).