5 lições de empreendedorismo de CEOs famosos

Forbes
Steven Spielberg, LeBron James, Dr. Dre, Madonna, Jay-Z e Bill Belichick servem como inspiração para qualquer negócio

Resumo:

  • Muitos artistas e atletas de grande sucesso são conhecidos por gerenciar suas carreiras como se fossem CEOs de uma corporação, servindo como inspiração para qualquer negócio;
  • O jogador de basquete LeBron James é um exemplo de como o uso de sua influência pode ser positivo para seu negócio e sua carreira;
  • Já a lição que a cantora Madonna passa é a de reinvenção e quebra de padrões, deixando constantemente as críticas de lado.

Parece que, nos dias de hoje, as celebridades são abordadas na mídia a partir de uma perspectiva de “negócios” quase tanto quanto são discutidas por seu trabalho criativo ou realizações esportivas. Nos Estados Unidos, o sucesso é valorizado e admirado nos níveis mais altos. Os norte-americanos são fascinados por pessoas que podem atuar internacionalmente nos mais competitivos empreendimentos humanos – e há muitos cruzamentos entre os mundos dos esportes, da música e da cultura pop com o mundo dos negócios.

LEIA MAIS: Por que o Instituto Êxito pode revolucionar o empreendedorismo de jovens carentes

Muitos artistas e atletas de sucesso são conhecidos por gerenciar suas carreiras como se fossem CEOs de uma corporação. E muitos desses CEOs famosos podem oferecer valiosas lições de gerenciamento de negócios, não importa de qual setor ele seja.

A maioria das pessoas nunca será tão popular ou financeiramente bem-sucedida quanto esses célebres CEOs – e não tem problema. Você ainda pode ser uma estrela em seu próprio mundo, sua indústria, sua comunidade ou seu nicho de mercado.

Uma lição consistente desses CEOs famosos é que, às vezes, a grandeza é uma escolha. Trata-se de fazer as coisas de maneira diferenciada, assumir riscos que seus concorrentes não assumem e ter visões que seus concorrentes não têm. Ser um artista de alto nível não é apenas sobre talento, mas também sobre buscar oportunidades em uma mentalidade diferente. Este é um conselho sábio que qualquer um pode abraçar.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 5 lições de empreendedorismo de seis CEOs famosos:

  • Bill Belichick

    Bill Belichick é o técnico principal do New England Patriots e, sem dúvida, é o treinador de futebol americano mais bem sucedido de todos os tempos. Ele bateu um recorde ao ganhar seis Super Bowls com os Patriots e fez isso não apenas com gerenciamento de jogo e decisões estratégicas de coaching, mas com movimentos inteligentes fora da temporada, coordenando a equipe e decidindo quais jogadores devem ficar no time.

    A genialidade de Belichick como “CEO do futebol americano” é mais aparente quando ele decide em quais jogadores investir, enquanto administra as limitações do teto salarial da liga. Ele é conhecido por ser um “investidor em valor” do esporte, semelhante a Warren Buffett: compra barato e vende alto. Os Patriots estão constantemente surgindo com jovens talentos de baixo custo e são famosos por não aceitarem contratos de valor alto, mesmo que isso signifique abrir mão de um jogador popular no auge de sua carreira. Belichick prefere negociar um jogador um ano mais cedo do que um ano mais tarde – ele quer manter suas opções em aberto, encontrando talentos menosprezados e subestimados.

    Qual é a lição para o seu negócio? Atenha-se às suas cartas na manga nas estratégias de negócios. Não pague demais, não seja levado pelas últimas novidades. Descubra um método que funcione para você e siga em frente com ele.

    Bill Belichick ganhou seis Super Bowls, não apenas por causa de seu quarterback talentoso, mas porque ele é um mestre do futebol americano que continua fazendo as coisas do jeito dele – não importa o que o resto do campeonato ache. As pessoas podem reclamar do “jeito Patriots de ser”, mas nenhuma outra equipe conseguiu replicar seu sucesso.

  • LeBron James

    LeBron James é, possivelmente, o maior jogador de basquete da história, mas seus talentos e pontos fortes são diferentes dos de Michael Jordan ou de outros atletas que foram tão competitivos ao ponto de afastar algumas pessoas. LeBron é mais como um diretor de cinema ou coreógrafo de balé: ele usa sua influência e seu poder como uma estrela do esporte para trazer as pessoas certas ao time e se cercar de talentos, mesmo que tenha que colaborar com seus melhores amigos.

    Qual é a lição para o seu negócio? Quando tiver poder, use-o. James consegue o que quer de suas equipes pois é tão bom que consegue influenciar as decisões do time. O atleta já jogou em várias equipes ao longo de sua carreira, migrando quando sentia que seria mais vantajoso para si mesmo e para as pessoas com quem se preocupa. Ele agiu mais como um empreendedor do que como um empregado de longo prazo. Ou seja: faça o que é certo para você e esteja preparado para mudar e montar uma nova equipe sempre que precisar.

  • Steven Spielberg

    Steven Spielberg dirigiu alguns dos filmes mais amados da história dos Estados Unidos, apresentando suas obras para uma audiência gigantesca em todo o mundo. No entanto, ele também não tem medo de correr grandes riscos e chegou a fazer alguns filmes violentos, mas imperdíveis, como “O Resgate do Soldado Ryan” e “A Lista de Schindler”.

    Qual é a lição para o seu negócio? Continue se arriscando. Só porque você é conhecido por um tipo de trabalho, produto ou serviço específico não significa que precisa continuar nesse nicho para sempre. O mercado recompensa experimentação e criatividade, bem como empresas que têm um posicionamento sobre questões sociais e culturais. Você não precisa ficar na zona de conforto – às vezes, isso pode ser a coisa mais arriscada a se fazer.

  • Jay-Z e Dr. Dre

    Jay Z e Dr. Dre fazem parte de uma geração de artistas de hip hop com representantes que se tornaram grandes empresários. Atualmente, eles são quase mais conhecidos por sua perspicácia nos negócios do que por sua música. Isso foi possível porque transcenderam a subcultura pela qual eram originalmente conhecidos e se ramificaram em novos mercados e empreendimentos comerciais.

    Qual é a lição para o seu negócio? Continue inovando e quebrando barreiras. Nunca é tarde demais para entrar em um novo campo de trabalho, tentar algo diferente ou lançar um produto ou serviço. Determinação e força podem ser suas habilidades mais valiosas – se você consegue ter sucesso em um campo de trabalho, pode ter em outros.

  • Madonna

    A cantora é conhecida pela reinvenção, sempre quebrando padrões, experimentando diferentes estilos de música e moda ao longo de sua carreira. Muitas vezes criticada, ou até controversa, ela conseguiu manter sua fama e o respeito por suas escolhas artísticas, com fãs apaixonados.

    Qual é a lição para o seu negócio? Às vezes é melhor ser controverso do que sem graça. É melhor ser extremo do que esquecido. Nem todo mundo vai gostar da sua ideia, da sua marca ou do seu produto – algumas pessoas podem até odiá-lo. Mas se você é fiel aos seus instintos e continua entregando algo que seus fãs adoram, conseguirá construir um negócio sustentável.

Bill Belichick

Bill Belichick é o técnico principal do New England Patriots e, sem dúvida, é o treinador de futebol americano mais bem sucedido de todos os tempos. Ele bateu um recorde ao ganhar seis Super Bowls com os Patriots e fez isso não apenas com gerenciamento de jogo e decisões estratégicas de coaching, mas com movimentos inteligentes fora da temporada, coordenando a equipe e decidindo quais jogadores devem ficar no time.

A genialidade de Belichick como “CEO do futebol americano” é mais aparente quando ele decide em quais jogadores investir, enquanto administra as limitações do teto salarial da liga. Ele é conhecido por ser um “investidor em valor” do esporte, semelhante a Warren Buffett: compra barato e vende alto. Os Patriots estão constantemente surgindo com jovens talentos de baixo custo e são famosos por não aceitarem contratos de valor alto, mesmo que isso signifique abrir mão de um jogador popular no auge de sua carreira. Belichick prefere negociar um jogador um ano mais cedo do que um ano mais tarde – ele quer manter suas opções em aberto, encontrando talentos menosprezados e subestimados.

Qual é a lição para o seu negócio? Atenha-se às suas cartas na manga nas estratégias de negócios. Não pague demais, não seja levado pelas últimas novidades. Descubra um método que funcione para você e siga em frente com ele.

Bill Belichick ganhou seis Super Bowls, não apenas por causa de seu quarterback talentoso, mas porque ele é um mestre do futebol americano que continua fazendo as coisas do jeito dele – não importa o que o resto do campeonato ache. As pessoas podem reclamar do “jeito Patriots de ser”, mas nenhuma outra equipe conseguiu replicar seu sucesso.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).