Para onde vai o preço do bitcoin?

Getty Images
Entenda como se comportar ante ao movimento imprevisível do bitcoin.

Resumo:

  • Em um mercado imprevisível como o do bitcoin, é preciso se preparar para movimentações repentinas;
  • Para isso, se basear naquilo que sai na mídia nem sempre é o suficiente;
  • Nessas situações, analisar a situação atual pode ser mais benéfico do que julgar o passado.

É muito mais fácil prever o passado do que adivinhar o futuro, mas eu fui muito privilegiado por prever a ressurreição do valor do bitcoin e acumular uma pilha interessante de moedas.

LEIA MAIS: Queda do bitcoin é positiva para investidores

O que todos queremos saber é: o que está por vir?

Não é possível que eu continue certo. Não importa o quanto eu use minha bola de cristal, estar certo desse jeito não é natural em nenhum mercado, mesmo um mercado ineficiente e ingênuo como o do bitcoin. No entanto, esse é o jogo, e jogamos com quantias significativas de dinheiro.

Muitos anos atrás, escrevi o prefácio de uma edição do clássico livro de investimentos “How I made $2,000,000 in the Stock Market” de Nicolas Darvas (em português, ‘Como consegui US$ 2 milhões no mercado de ações’). Seu sistema para lidar com ações “bolha” – aquelas que crescem bastante e depois “estouram” e tem uma queda brusca – era marcar pontos de equilíbrio temporário de preços no mercado para indicar a continuação ou o fim de uma tendência. Não prever o que acontecerá é o jeito de interpretar o que está acontecendo, mas no equilíbrio, é impossível adivinhar o que vai acontecer.

Esse é um jeito de mudar essa situação quando os sinais aparecem, mas essa ideia ainda não diz se as ações irão subir ou cair. No entanto, é isso que queremos saber quando os preços variam de 10 a 20% para cima ou para baixo. Então, temos que analisar a configuração atual.

Queria falar sobre os catalisadores Trump, Irã/China, mas não sei o suficiente sobre essas situações. As movimentações do preço do bitcoin significam mais do que as publicações da mídia. A movimentação do preço do bitcoin acontecerá bem antes da mídia divulgá-la. Esse foi, e sempre será o caso dos mercados.

VEJA TAMBÉM: Pequenos investidores retomam o interesse no bitcoin

O que eu vejo é um replay de 2017, o arquétipo de um mercado parabólico. Esse replay parece ser exagerado, favorecendo grandes altas. Normalmente, a projeção provaria que o teto já foi alcançado e seria incrível para a maioria dos bens alcançar tal alta. Ainda sim, isso não é uma limitação para o bitcoin.

Essa é uma possibilidade que eu vejo. Esse é meu rascunho:

Esse gráfico não foi feito para ser uma previsão precisa, ele é apenas um rascunho das possíveis movimentações do preço do bitcoin quando quebrar seu ponto de equilíbrio com sua volatilidade maluca.

Não se engane, esse é um mercado incrivelmente perigoso. Certifique-se de que você pode vender, de que seu bitcoin está seguro ou com um guardião de confiança. Para jogar esse jogo, tenha um plano e o siga. Mercados não ligam para teorias, eles não têm remorso e não param. Como qualquer capitão em um mar desconhecido, é sempre necessário ser vigilante e estar preparado para atacar. Você pode desviar de nove a cada dez pedras, mas você só precisa de uma para afundar.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).