Conheça a empresária que se tornou milionária em três anos usando programação mental

ReproduçãoForbes
Kathrin compartilha sua história inspiradora, sua jornada ao sucesso financeiro e emocional, e ideias de como alcançar o que deseja rapidamente

Resumo:

  • Kathrin Zenkina não estava feliz com a vida que levava. Ela decidiu jogar tudo para o alto e virar sua própria mesa;
  • Com técnicas de controle da mente, a empresária conseguiu prosseguir em seus sonhos; 
  • Na entrevista abaixo, Kathrin compartilha algumas dicas sobre como ter o controle do cérebro e alcançar o que se quer.

A maioria de nós espera e deseja muito para nossas vidas, mas poucos conseguem alcançar o nível de sucesso que sempre sonharam. A razão principal? Nós não acreditamos o bastante em nós mesmos, e como resultado, não tomamos as atitudes necessárias para maximizar nosso potencial. 

Mas não precisa ser assim. Você pode escolher criar a vida de seus sonhos. Mas, primeiro, deve dominar sua cabeça..

Conheça Kathrin Zenkina, coach de programação mental e CEO da marca multimilionária Manifestation Babe. Kathrin também é best-seller na Amazon, tem um podcast de saúde e auto-ajuda e é líder de uma comunidade online com mais de 200 mil mulheres da geração millenial.

Talvez o mais impressionante sobre Kathrin seja que, com apenas 26 anos, ela já tenha se tornado uma multimilionária. Uma transformação radical na vida da imigrante ucraniana que ganhava um salário mínimo há apenas três anos.

Nessa entrevista exclusiva, Kathrin compartilha sua história inspiradora, sua jornada ao sucesso financeiro e emocional, e ideias de como alcançar o que deseja rapidamente e organizar e sustentar seu crescimento nos negócios.

Forbes: Conte sobre sua vida antes do sucesso.

Kathrin Zenkina: Um pouco depois que eu nasci, a máfia expulsou minha família de nossa casa na Ucrânia. Meus pais, avós e eu abandonamos nossa vida confortável, luxuosa e de alta renda e voamos para Los Angeles, na Califórnia, no meio da noite com apenas US$ 900. 

As falta de segurança financeira e estabilidade e a diferença de idioma pressionaram meus pais a trabalharem arduamente para proporcionar um futuro para nossa família. Essa ética do trabalho foi passada para mim: Era esperado que eu tirasse boas notas, fosse para uma ótima universidade e estudasse medicina. Eu queria que meus pais pensassem que tudo valeu a pena, então aderi a seus sonhos de ter uma filha doutora.

LEIA MAIS: Conheça a empreendedora que transformou um spray de banheiro em uma fortuna de US$ 240 mi

O relacionamento de meus pais, porém, desmonorou e os levou a um péssimo divórcio quando eu tinha 7 anos. Eu busquei a comida como conforto e ganhei cerca de 30 quilos. Passei por um forte bullying desde a escola primária até o ensino médio, tudo por estar acima do peso e ser extremamente tímida.

Como resultado, eu passei muito mais tempo sonhando acordada do que prestando atenção às aulas ou (sem sucesso) fazendo amigos na escola. Minha mente era meu lugar favorito para ir quando a vida parecia injusta. Mal sabia eu que esse seria o superpoder que me levaria ao sucesso.

ReproduçãoForbes
“Eu queria que meus pais pensassem que tudo valeu a pena, então aderi a seus sonhos de ter uma filha doutora.”

F: O que a inspirou a buscar sua própria versão do sonho americano? 

KZ: Logo após ter me graduado na faculdade, no verão de 2015, uma amiga insistiu para que eu fosse em um evento que mudou completamente sua vida, chamado “Libere o Poder que Há em Você”, de Tony Robbins. Eu tive um forte sexto sentido de que precisava ir e foi isso que fiz em outubro. 

A experiência me tirou completamente da minha zona de conforto, me fez questionar cada decisão que fiz em toda minha vida. De repente, uma chama de que eu podia mais -muito mais- nasceu dentro de mim. A questão mais poderosa que surgiu enquanto eu estava lá foi, “Para quem você está vivendo, Kathrin?”.

Eu percebi que cada decisão que fiz na minha vida até aquele ponto tinha sido tomada para outra pessoa. Por conforto, para receber aprovação alheia, para dar prazer aos outros. Pela primeira vez na minha vida, eu entendi que aquela era minha única e exclusiva vida, e eu tinha de viver para mim mesma. 

Então, arrisquei. Larguei tudo para descobrir o que significaria criar minha própria versão de sucesso.

No mesmo fim de semana do evento, terminei com meu namoro de sete anos, fui a Seattle para dizer a meus pais que não me especializaria em medicina e decidi me mudar novamente para Los Angeles porque era lá onde eu gostaria de morar. Eu também investi US$ 15 mil e estourei vários cartões de crédito para contratar um coach particular e comprar ingressos para mais eventos inspiracionais. Eu pulei de cabeça em tudo aquilo.

F: Quais desafios você encontrou ao começar um negócio de milhões de dólares? 

KZ: Eu gostaria de dizer que a vida correu perfeitamente após minhas mudanças, mas sinceramente, tudo se tornou muito ruim antes de ficar bom. Primeiro, eu perdi a vontade de tocar o negócio online do segmento fitness que tinha começado na faculdade e assisti de camarote a minha única renda diminuir para US$ 150 por semana. Não consegui mais pagar o aluguel, então, fui dormir no sofá da minha vó e relutantemente aceitei um trabalho de recepcionista que pagava US$ 15 por hora. 

Na época, eu senti que estava andando para trás. Eu não tinha ideia do que o futuro guardava e me senti absolutamente desencorajada sobre ter feito todas essas corajosas mudanças de vida para acabar no sofá da avó com uma dívida de US$ 15 mil que eu não sabia como pagar.

Estava rolando a tela no Instagram em uma noite, após um longo dia de trabalho, quando congelei em uma publicação com uma frase de Tony Robbins que dizia: “viva como se seus pedidos já tivessem sido respondidos”. Senti uma clareza instantânea correndo pelas minhas veias enquanto pensei comigo mesma: “o que faria se meu sucesso já fosse inevitável e eu vivesse todos os dias como se todas as minhas orações já tivessem sido respondidas”?

VEJA TAMBÉM: Mary Poupe: ela quer ensinar as mulheres a investir bem

Naquela noite, eu fiz um juramento para transformar a experiência “eu vivo no sofá da minha vó” em uma das melhores voltas por cima da história. Ao relembrar o avanço que tive nos seis meses anteriores, imediatamente mergulhei mais fundo na minha jornada de desenvolvimento pessoal, sem esquecer de manter a cabeça levantada.

O compromisso daquela noite levou à criação da companhia multimilionária que eu conduzo hoje. A Manifestation Babe se tornou uma marca que empodera as mulheres; ajuda-as a entender que vale a pena criar sua própria versão do sucesso e ter todas as ferramentas de que elas precisam para alcançar seus sonhos mais altos;

ReproduçãoForbes
“O compromisso daquela noite levou à criação da companhia multimilionária que eu conduzo hoje.”

F: Como você foi de US$ 9.000 a US$ 600 mil em menos de um ano? 

KZ: As pessoas sempre me perguntam o que causou esse efeito catapulta de crescimento em tão pouco tempo. O segredo? 

Eu me comprometi a trabalhar duro no controle da minha mente, mais do que em qualquer outra questão. As ações que você toma diariamente são conduzidas pelas crenças e atitudes que você carrega sobre seu negócio. Se você não acredita que algo é possível para você, tomar a ação necessária para alcançar seus objetivos vai ser uma batalha dificílima.

Do sofá da minha vó, eu me comprometi a consumir apenas conteúdo positivo, produtivo e empoderador,na forma de livros, podcasts, audiobooks e vídeos no Youtube. Nos 12 meses seguintes, passei pelo menos duas horas por dia absorvendo tudo o que podia de líderes como o Dr. Wayne Dyer, Oprah Winfrey, Bob Proctor e Napoleon Hill. Esses mentores me ensinaram como era importante reconectar meu cérebro para obter sucesso em meus negócios.

Eu criei site, conta no Instagram e um grupo privado no Facebook chamados “Manifestation Babe”, nos quais me comprometi a compartilhar conteúdos de grande importância gratuitos, para que as pessoas pudessem genuinamente aprender a adotar uma mente muito mais produtiva e uma melhor qualidade de vida. Mais ou menos no meio de 2017, eu passei dos 25 mil seguidores e comecei a crescer rapidamente. Em três anos, minha comunidade já passava de 200 mil pessoas.

Com o crescimento de audiência, fiz um esforço consciente para entender a necessidade, os desejos e os desafios dos meus seguidores em um nível íntimo. Criei produtos e serviços, como pacotes de coaching privado e em grupo, cursos online e livros que eu mesma publiquei na Amazon. Em 2016, minhas únicas ofertas era uma palestra de US$ 33 e o serviço de coaching particular. Já em 2017, minha aba de produtos cresceu para dez serviços diferentes, o que levou a uma renda anual de US$ 600 mil.

ReproduçãoForbes
“Já em 2017, minha aba de produtos cresceu para dez serviços diferentes, o que levou a uma renda anual de US$ 600 mil.”

F: Quais são os principais truques de programação mental para empreendedores que querem crescer em seus negócios? 

KZ: Minhas ferramentas preferidas para controlar sua mente e criar um negócio de milhões de dólares são: 

1.Faça com que o consumo de conteúdos positivos e inspiracionais seja uma prioridade:

Em vez de começar sua manhã nas notícias ou no Instagram, faça algo que comece o seu dia de uma forma positiva. Alimente sua mente ao ouvir a conteúdos positivos, inspiradores e empoderadores como podcasts, audiobooks ou qualquer coisa que te anime a fazer a diferença na vida das pessoas. 

LEIA TAMBÉM: Conheça a empreendedora que viaja o mundo para encontrar as melhores roupas infantis

Sua mente está no centro de toda decisão que você toma em sua vida e negócio. Nenhuma ação aparece sem um pensamento ou crença por trás.

2.Fale consigo mesmo como se você já fosse bem-sucedido:

Ao explorar as afirmações, que são repetidas declarações positivas destinadas a combater pensamentos negativos e inseguranças, aumentei minha confiança, minha auto-estima e minha crença em criar um negócio de sucesso.

E se você disser para si mesmo exatamente o que precisa ouvir no dia a dia, em vez de delegar isso para uma validação externa? Trabalhar com afirmações positivas como “Eu sou um sucesso estrondoso” ou “Eu sou capaz de cumprir qualquer coisa que quiser” tem sido um jogo desafiador para mim e meus alunos.

3.Visualize seu ideal de negócio todos os dias como se ele já fosse seu:

Você sabia que seu subconsciente não consegue dizer a diferença entre real e imaginário? Richard Suinn (psicólogo norte-americano) provou isso quando trabalhou com atletas olímpicos: as mesmas partes do cérebro serão acionadas se os atletas estão realmente esquiando ou apenas visualizando sua própria imagem a esquiar. 

Eu tiro dez minutos todas as noites para criar um filme mental em que eu alcanço um objetivo financeiro específico (como uma renda de US$ 500 mil por mês) ou uma meta de impacto (como falar em uma audiência de mil pessoas). Eu vejo o resultado final na minha mente como se isso já tivesse acontecido e eu já estivesse comemorando essa nova conquista. Ao fazer isso, eu formo novas conexões neurais em minha mente e traço um caminho para o meu sucesso em um nível inconsciente.

Mergulhar de cabeça no seu negócio certamente não é a ação mais fácil do mundo. Requer coragem, foco, persistência, crença no “inatingível” e vai definitivamente ir contra tudo que você e sua família acreditavam ser verdade.

Mas eu e você sabemos que você vale a pena. Lembre que nada é inacessível quando você reconhece que pode criar seu negócio dos sonhos. Trabalhe para a sua mente  mais do que qualquer outra coisa e, em breve, descobrirá que o jogo vira: sua mente começa a trabalhar para você.

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).