JCDecaux concorre ao Prêmio Caboré

Divulgação

“Sou a terceira mulher indicada nessa categoria desde a criação do prêmio, em 1980, e sonho ser a primeira a ganhar para, assim, representar todas as mulheres.” Dessa forma, Ana Célia Biondi ao mesmo tempo agradece e reconhece a importância de disputar a categoria Empresário/Dirigente da Indústria da Comunicação na 39ª edição do cobiçado Prêmio Caboré, concedido aos principais profissionais de propaganda do país. À frente da francesa JCDecaux no Brasil desde 2014, ela concorre com dois gigantes: Carlos Henrique Schröder, da Rede Globo, e Hugo Rodrigues, da WMcCann.

Divulgação
Ana Célia Biondi

Talvez o nome da JCDecaux ou mesmo o de Ana Célia não sejam familiares para o público em geral, mas o trabalho deles é parte integrante da vida de milhões de pessoas em 15 grandes cidades brasileiras. São deles, por exemplo, os milhares de relógios de rua espalhados por grandes avenidas, além de incontáveis painéis, abrigos, bancas, quiosques e todas as principais formas de propaganda OOH (out of home). A JCDecaux, que este ano comemora 20 anos de presença no Brasil (aportou em 1998 no Rio de Janeiro), é líder brasileira e mundial em mobiliário urbano e em publicidade no setor de transportes, o que inclui muito do que você vê em aeroportos (como os de Guarulhos, Brasília e Natal) e no metrô de São Paulo.

Economista formada pela Faap e com especialização na FGV, Ana Célia conta que se apaixonou por esse mercado quando os genes de sua família de publicitários falaram mais alto – e ela trocou o mercado financeiro e um ótimo emprego num banco na Suíça pelo desafio de instalar e multiplicar os relógios/totens pela cidade de São Paulo. “Acordava às 4h30 para checar se o da Avenida Paulista estava funcionando direito”, comenta, com orgulho. Tornou-se sócia da Publicrono, que administrava os relógios paulistanos. “Nessa primeira operação, era para instalarmos 370 relógios na cidade. Mas meu filho nasceu duas semanas antes do deadline – empresa pequena, sabe como é… Paramos nos 369”, brinca ela.

O casamento entre as duas empresas aconteceu em 2004, quando a JCDecaux entrou no mercado paulistano em associação com a Publicrono de Ana Célia. Dessa união nasceram bons frutos – e ótimos contratos. A indicação ao Prêmio Caboré é a coroação dessa trajetória. Os vencedores serão anunciados no dia 4 de dezembro no Credicard Hall, em São Paulo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).